Número total de visualizações de página

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Trabalho de equipa

Em mais uma pescaria ás Douradas com o colega Luís, numa manhã calma, a pescaria rolava com a paciência de sempre que este tipo de pesca exige. A manhã já ia a meio quando o Luis se ausentou por uns momentos do pesqueiro ficando eu de guarda ás canas. Levantei-me do banco e fui percorrendo as minhas canas, até que quando chego quase á 2ª cana do Luís, esta diante de mim faz como que uma "travagem a fundo", até fiquei abananado tal não foi a arrancada, pego na cana e senti-lhe logo o pulso, tinhamos peixe, as cabeçadas era potentes e com arrancadas, primeiro para a esquerda da praia e por sorte não se embrulhou com as outras canas, depois para a esquerda, até se render ao fim de uns bons minutos de luta e se mostrar a vivaça e gordinha Dourada que era. 
 
 


 
 
 

 
 
 
Bons momentos de pesca a todos!

3 comentários:

  1. Viva, Nuno!
    Elas têm andado arredias mas, volta e meia, saem umas matulonas. Safatas é que está de monte!

    Saúde, da boa ; ))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boas PêJotaFixe!

      Sim, cada vez mais estas assim andam escassas, pelos menos por aqui, poque pelo o que tenho ouvido por aí nestes ultimos dias, andam a sair de monte por outros mares e não são safatas.

      Eliminar
    2. Sim, para poente têm saído das duas bitolas: matulonas em L. e safatas em S. Em ambos os sitios, é uma marafunda do caraças. Já não tenho paciência para dormir no pesqueiro, arruaças, empaxes, etc. Prefiro estar tranquilo no meu cantinho e, volta e meia, ir apanhando uns pexecos.

      Saúdinha ; ))

      Eliminar